Riachos: Detida dona de lar ilegal onde duas idosas morreram com sinais de maus tratos

Mulher de 41 anos ocultou informação sobre morte de uma unte da casa de acolhimento.

0 555
Foi detida esta sexta feira a proprietária de um lar ilegal em Torres Novas, onde duas idosas foram encontradas mortas com sinais de magreza extrema.
A detida tem 41 anos e é suspeita da prática de crimes de maus tratos agravados pelo resultado morte, um crime de profanação de cadáver e dois crimes de maus tratos.
“A arguida arrendou uma casa que adaptou para casa de acolhimento, onde acolhia quatro idosas, cobrando uma mensalidade fixa, comprometendo-se a prestar os cuidados devidos às mesmas”, informou a PJ em comunicado.
Segundo avança aquela autoridade, foi apurado que as duas idosas morreram na sequência dos maus tratos infligidos. No caso de uma das vítimas, a dona do lar ilegal ocultou a informação da morte da idosa às autoridades competentes e aos familiares.
A mulher de 41 anos vai ser presente às autoridades judiciárias competentes, para a aplicação das medidas de coação tidas por necessárias.
Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento
Pode Ser do seu interesse

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.