Deputados do PS querem despoluição do Rio Alviela

0 621

Os deputados do PS – Manuel Afonso, Hugo Costa, António Gameiro, Mara Lagriminha e Nuno Fazenda – querem saber que diligências pretende o Governo tomar para resolver o problema da poluição do Rio Alviela, no concelho de Alcanena, distrito de Santarém.

Os eleitos apresentaram na passada quarta feira, dia 16 de dezembro, no Parlamento, um requerimento sobre o assunto pedindo que Ministro do Ambiente e Ação Climática esclareça o que está previsto para resolver o problema.

Apesar dos investimentos realizados na recuperação da ETAR e dos coletores industriais de Alcanena “as águas do rio continuaram a transportar espuma e a emanar um cheiro nauseabundo”, lê-se na moção “Em defesa do rio Alviela”.

A moção foi enviada ao presidente da Assembleia da República pela Assembleia Municipal de Santarém como forma de demonstrar a “preocupação local com o problema da poluição do rio Alviela e o intuito de encontrar uma resposta capaz para o resolver”.

A Assembleia Municipal de Santarém concordou, maioritariamente, sobre “a premência de desenhar um plano estratégico, em articulação com o concelho de Alcanena e o Governo, que assegure a fiscalização das entidades que utilizam a água do rio nas suas atividades ou para realização de descargas”.

unnamed

Este órgão defende ainda “a limitação da construção de mais equipamentos agropecuários ou industriais que constituam um fator de risco para o rio Alviela e o investimento e a aplicação de novos métodos produtivos, que não causem a degradação das águas do rio”.

Os deputados consideram que é urgente uma solução tanto mais que o Governo assume como prioritária a promoção de soluções integradas de tratamento dos afluentes agropecuários e de afluentes industriais, tendo integrado no seu Programa medidas para melhorar a gestão do ciclo urbano da água e a gestão de água para consumo humano.

O rio Alviela nasce na Gruta do Alviela, no concelho de Alcanena, onde está concentrada a indústria de curtumes. Num percurso de aproximadamente 51 quilómetros atravessa as freguesias de Vaqueiros, Pernes e São Vicente do Paul, no concelho de Santarém, passando por algumas explorações agropecuárias, até desaguar no Tejo.

indice

 

 

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento
Pode Ser do seu interesse

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.