Tio mata sobrinho em Carvalheiros – Tomar por causa de uma serventia

0 1.917
Widget dentro do artigo  
 
   
Advertisements
Advertisements

O crime ocorreu por volta das 8 horas da manhã quando João Freitas, mais conhecido por João Carpinteiro, de 46 anos, retirava de uma serventia umas manilhas, por ordem do tribunal, quando o seu tio o abordou e disparou com uma arma sobre ele e um dos seus filhos, que o acompanhava neste trabalho,  tendo provocado ferimentos ligeiros no jovem, que aos gritos do pai, “fujam, fujam…”, e colocando-se à frente do tio, tendo este atirado à cabeça do sobrinho provocando-lhe morte imediata.

20240229 112340
Serventia que está na motivação do crime de homicídio

O crime está a indignar a população local, que segundo alguns moradores, contam que João Freitas emigrante na Suíça tinha vindo a Portugal, a Carvalheiros, uns dias de férias para cumprir a ordem do tribunal. Partiria rumo à Suíça no próximo sábado.

Também o seu tio foi em tempos emigrante na Suíça, mas já se encontrava reformado, a viver sozinho, nesta localidade, era conhecido por alguns populares por ter um temperamento agressivo e as ameaças que um dia mataria o sobrinho já eram conhecidas.

20240229 112113

Ao local deslocaram-se as autoridades tendo detido o autor dos disparos e proceder às averiguações para o devido trâmite legal. No local esteve também a Polícia Judiciária que tomou conta desta ocorrência.

O motivo do crime tem a ver com uma serventia privada, em terra batida, utilizada pelos dois, mas que o tio não aceitava que o seu sobrinho procedesse a melhoramentos dessa mesma via. João Freitas colocou umas manilhas, nesta serventia, para o escoamento das águas, mas o tio nunca aceitou e queixou-se ao tribunal, com o argumento que as manilhas enchiam-se de água e provavelmente dizia-se prejudicado com essa situação. O Tribunal acabou por mandar retirar as manilhas a João Freitas, cuja ação teria que ser cumprida até final deste mês.

João Freitas deixa mulher e dois filhos já maiores de idade.

Comunicado da PSP sobre este caso.

“Detenção pelo crime de Homicídio – Tomar 

O Comando Distrital de Santarém da PSP, através da Esquadra Territorial e da Esquadra de Investigação Criminal, ambas da Divisão Policial de Tomar, hoje (29-02-2024), procedeu à detenção de um indivíduo, do sexo masculino, com 67 anos de idade, pelo crime de Homicídio. 

O alerta foi dado a esta Polícia pelas 08H25, para a zona de Carvalheiros em Tomar, tendo sido acionados os meios policiais para o local, os quais de imediato localizaram o suspeito e procederam à sua detenção. 

Esta Polícia lamenta a vítima mortal, um indivíduo do sexo masculino, com 46 anos de idade, o qual era sobrinho do suspeito detido. Registou-se ainda uma outra vítima, um indivíduo do sexo masculino, com 19 anos de idade, com ferimentos ligeiros, que apenas recebeu tratamento médico no local.   

Ao detido foram apreendidas:

·    2 (duas) Armas de fogo – Espingardas cal. 12GA;

·    Várias munições de cal. 12GA. 

O detido será presente, por esta Polícia, a primeiro interrogatório judicial, junto de Juiz de Instrução Criminal no Tribunal Judicial de Santarém, amanhã (01-03-2024), pelas 14H00, para aplicação de medidas de coação”.

20240229 112445

 

 

 

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.