Concluída reabilitação do Ramal de Tomar de 4,3ME

0 204

A Infraestruturas de Portugal (IP) anunciou no passado dia 16, a conclusão da intervenção no Ramal de Tomar (Santarém), obra iniciada em 2019 e que representou um investimento total de 4,3 milhões de euros.

Em comunicado, a IP dá por concluída a quarta e última fase da intervenção no ramal ferroviário que liga a cidade de Tomar à Linha do Norte, ​​​​​​com a renovação de via entre os quilómetros 8,730 e 9,985.

20210115 rtomarpassagem de nivel 730x400

A empreitada, no valor de 920.000 euros, incluiu a substituição integral das travessas de madeira por travessas de betão bibloco, a substituição de carril e a transformação de barra curta em barra longa soldada, e a beneficiação do sistema de drenagem em toda a extensão do troço, afirma a empresa.

O plano de reabilitação do Ramal de Tomar, iniciado em 2019, incluiu quatro fases, num investimento global de 4,3 milhões de euros, que permitiu reforçar as condições de segurança e de operacionalidade e exploração ferroviária, acrescenta.

Segundo a IP, a intervenção permitiu a renovação do ciclo de vida da superestrutura de via, a melhoria dos níveis de segurança, a qualidade, fiabilidade e disponibilidade da infraestrutura, bem como dos níveis de conforto e comodidade para os passageiros e a redução dos custos de manutenção.

O Ramal de Tomar, ligação ferroviária de via única eletrificada com 14,755 metros de extensão, assegura a interligação entre a cidade de Tomar, no distrito de Santarém, e a Linha do Norte, na estação da Lamarosa, tendo sido inaugurado em setembro de 1928 com a denominação de Caminho de Ferro de Lamarosa a Tomar.

Lusa

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento
Pode Ser do seu interesse

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.