Chamusca

Grávida, de 38 semanas, percorre 100 quilómetros e chega a Santarém com bebé morto

0 447
O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), responsável pela maternidade do hospital de Abrantes, divulgou que vai avançar com a abertura de um inquérito para apurar o que aconteceu, com uma mulher grávida, de 38 semanas, que percorreu mais de 100 quilómetros entre o seu local de residência, em Vila de Rei, e o Hospital de Santarém, onde deu entrada no Serviço de Urgências já com o bebé morto.

O Hospital de Santarém informou que a referida mulher, de 41 anos, chegou pelos seus próprios meios às urgências de obstetrícia, cujos serviços se encontravam em pleno funcionamento, e onde a equipa médica detetou a “morte fetal in uterus”, o que significa que o feto morreu na barriga da mãe.

De referir que a maternidade do Hospital de Abrantes, dista de Vila de Rei cerca de 30 quilómetros, mas encontrava-se encerrada, a mulher teve que se deslocar para a maternidade do hospital de Santarém, viagem superior a 100 quilómetros.
Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.