Misericórdia de Tomar vai comemorar 512 anos

"A história da Misericórdia “é também a história de Tomar”

1 273

A Santa Casa de Misericórdia de Tomar (SCMT) prepara-se para comemorar no próximo dia 8 de outrubro 512 anos. Durante muito tempo foi a única instituição social no concelho e a principal na prestação de cuidados de saúde à população. Esta relação contínua com os tomarenses que se entrelaça com a própria história do concelho é motivo de orgulho para o Provedor da Misericórdia, António Alexandre.

Em entrevista à IN, o responsável falou de uma instituição com projetos como o Complexo Social e de Saúde que, a concretizar-se, duplicará o número de utentes e de funcionários daquela que é já a maior IPSS de Tomar. Em execução está também um Núcleo Museológico para mostrar aos tomarenses e visitantes o património artístico e a história da instituição.

A ser concretizado o Novo Complexo Social e de Saúde permitirá a construção de uma unidade de cuidados continuados para 120 camas, ter um lar para 100 camas e um centro de dia para mais 40 pessoas. Em termos práticos isto significa duplicar em poucos anos quer o número de utentes quer o de trabalhadores – são agora cerca de 150 – o que é importante para uma região que, como muitas no país, necessita de criar emprego e fixar a população.

Este que é um “projeto viável e ambicioso”, nas palavras de António Alexandre, para o qual existe terreno resultante de uma doação, o apoio da Câmara e condições técnicas e financeiras – é elegível a uma candidatura aos fundos do Plano de Recuperação e Resiliência – só está a sofrer pela demora. O processo já se arrasta há mais de um ano e o receio do Provedor é que se perca esta janela de oportunidade para a criação de um novo equipamento social de que há necessidade em Tomar.

A IPSS oferece várias valências como o Lar Nossa Senhora da Graça, a Unidade de Cuidados Continuados de Longa Duração e Manutenção, o Centro de Dia e o Serviço de Apoio Domiciliário. Ao todo a Misericórdia presta apoio diário a cerca de 250 utentes. Ao nível da oferta destacam-se ainda as Residências Assistidas destinadas a idosos com mais autonomia e a farmácia. Fundada em 1893 no antigo hospital da Santa Casa, situa-se hoje no edifício sede e os seus lucros são investidos em áreas mais deficitárias da Misericórdia.

Veja aqui a entrevista na íntegra:

A história da Misericórdia “é também a história de Tomar”

 

Programa de comemorações dos 512 anos

cartaz 1

 

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento
1 comentário
  1. António Lopes Diz

    conheço bem de perto mas façam um inquérito junto de todos os tomarenses e vejam a resposta porque em 511 anos era tudo de coração aberto mas hoje há muito para dizer que ficou, e fica para trás só isto mas há mais obrigado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

google.com, pub-9853338638165848, DIRECT, f08c47fec0942fa0