1 de Março de 1160 – Dia da Fundação de Tomar

Faz hoje 862 anos que o Mestre Templário Gualdim Pais fundou aquela que viria a ser a futura sede da Ordem do Templo em Portugal.

0 451

155553790 10218332186431147 3417059067773826431 nApós a tomada de Santarém e como recompensa pelos serviços prestados na conquista do território aos mouros, D. Afonso Henriques doou aos templários o castelo e terras de Ceras (próximo de Tomar), em 1159, a que se juntaram um pouco mais tarde os castelos de Almourol e Pombal.

Chegados à região para entrarem na posse do castelo de Ceras, os monges-guerreiros do Templo preferiram, todavia, instalar-se no alto do morro que fica em frente à antiga Sélio.
Em 1160, D. Gualdim Pais fundou nesse morro, situado próximo das margens do rio Nabão, o castelo que havia de ser a sede da Milícia, assim como a vila que viria a chamar-se Tomar, nome tomado da denominação que os Árabes davam ao rio.
Gualdim Pais fora um antigo companheiro de armas de D. Afonso Henriques, tendo, aos 21 anos, participado na batalha de Ourique, onde foi armado cavaleiro. Partiu de seguida como cruzado para a Palestina, onde se distinguiu na importante batalha de Áscalon e na tomada de Sídon.
274823473 512808473741473 5208851262512539181 n
Teria estado no cerco de Gaza e realizado prodígios lendários. Na Terra Santa ingressou na Ordem do Templo, onde os seus méritos o fizeram ascender aos altos cargos da hierarquia templária. Inspirado no espírito interno da Ordem e compenetrado da sua dupla missão, material e espiritual, regressou como monge-guerreiro a Portugal, tendo sido nomeado comendador em Braga e depois em Sintra, sob o mestrado de D. Pedro Arnaldo. Quando este renunciou, em 1157, Gualdim Pais tornou-se mestre da Ordem do Templo em Portugal.
D. Afonso Henriques tinha um profundo apreço pelo Mestre da Ordem e não foi por mero acaso que em 1157 fez doação de muitos bens a Gualdim Pais, passando no ano seguinte a carta de imunidade para a Ordem do Templo.
Assim, entre as vastas terras que possuía conta-se Ceras, junto à antiga Nabância, com todo o seu vasto termo, desde o Mondego ao Tejo, correndo pela linha do Zêzere. Como o castelo de Ceras, próximo de Tomar, estava arruinado, Gualdim Pais optou pela edificação de uma nova fortaleza em Tomar. Ali projectou instalar a sede principal da Ordem, até então em Braga. Foi a 1 de Março de 1160 que Gualdim lançou a primeira pedra para a construção do castelo de Tomar, futura sede da Ordem do Templo em Portugal.
In Eduardo Amarante, “Templários”, Vol. 2
274825107 5230598816993003 3659121135178121942 n 1
Foto: Gracinda Arriscado

 

 

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento
Pode Ser do seu interesse

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.