Chamusca

Fogos – PAN manifesta grande pesar pelas vítimas dos fogos e pela morte de 200 mil galinhas num aviário em Ourém

0 367

A Comissão Política Distrital de Santarém do PAN Pessoas-Animais-Natureza manifestou grande pesar por todas as vítimas, diretas e indiretas dos incêndios, que insistem em deflagrar no distrito.

“No sábado, assistimos a mais destruição na zona de povoamentos florestais em Ourém. Neste incêndio, morreram pelo menos 200 mil animais sencientes, galinhas de produção de ovos, encarceradas, sem poderem fugir, e certamente que milhares de outros animais selvagens, de pecuária, e talvez até animais de companhia. Felizmente, não houve vítimas humanas.

Por todos eles, estamos de luto. Estamos de luto também pelas perdas de habitações humanas mas também pela perda de habitats e pela libertação de quantidades enormes de gases de estufa que vêm acelerar a desertificação, o aquecimento global e as alterações climáticas. Estamos de luto pela perda da biodiversidade e pelas consequências nefastas ao ambiente, que durarão anos a recuperar.

O PAN tem apresentado várias medidas para combater este flagelo nacional que passa pelo reordenamento do uso do solo, por planos de protecão civil que incluam os animais, pelo desacorrentamento destes, pelo aumento de informação às pessoas em auto proteção face a incêndios e até por detetores de incêndio nas explorações pecuárias. Queremos também uma revisão sobre o cumprimento das normas de segurança, nomeadamente no que respeita à distancia de segurança destes povoamentos florestais inflamáveis como pinhal e eucaliptal, das habitações e fábricas e explorações pecuárias, como este aviário que ardeu ontem.

Temos o compromisso de seguir de perto e contribuir para o processo de reflorestação natural das zonas afetadas, com floresta natural, de espécies mais resistentes e resilientes à seca e aos fogos.

Agradecemos a todos os que se mobilizam no combate às chamas e um reconhecimento especial aos nossos bombeiros que lutamos para que tenham mais direitos”, pode ler-se numa nota de imprensa.

O PAN reforça o pedido para que, em situação de incêndios nas proximidades, libertem, desacorrentem, soltem TODOS os animais, para que consigam fugir e ser salvos. O PAN está disponível para articular com associações de proteção, particulares e entidades governamentais a sua proteção.

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.