O Assédio não tem lugar no Desporto! C/vídeo

O combate ao assédio no Desporto une cinco federações de desportos coletivos.

0 424
Widget dentro do artigo  
 
   
Advertisements
Advertisements

Andebol, Basquetebol, Futebol, Patinagem e Voleibol juntam-se na campanha ‘O assédio não tem lugar no Desporto – Denuncia’ que foi é lançada ontem quinta-feira, dia 9 de fevereiro, avança a Associação de Futebol de Santarém.

Além do vídeo que alerta para um dos fenómenos mais desprezíveis da sociedade e que igualmente se pode manifestar no desporto, a campanha ‘O assédio não tem lugar no Desporto – Denuncia’ chegará a todas as plataformas digitais e aos estádios e pavilhões do País através de várias ações promovidas pelas cinco federações.

Os presidentes das cinco federações que se juntaram neste projeto pronunciam-se sobre a campanha:

Miguel Laranjeiro, presidente da Federação de Andebol de Portugal:

“A Federação de Andebol de Portugal estará sempre na primeira linha na luta contra as várias formas de assédio no desporto. A atividade desportiva deve ser sempre um espaço de liberdade e de crescimento pessoal, que não admite qualquer forma de assédio. Vamos todos lutar contra esta prática. Denuncie!”

Manuel Francisco Fernandes, presidente da Federação Portuguesa de Basquetebol:

“O assédio no desporto não cabe em nenhuma convocatória. Porque o desporto só pode ser uma atividade digna, desfrutada sem constrangimentos, sem medos e em segurança.”

Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol

“O assédio não pode ter lugar no Desporto. A FPF adotou políticas e procedimentos destinados a prevenir e sancionar o assédio sexual no âmbito da atividade desportiva federada. Fê-lo não apenas com a criação de regulamentação, mas também através da promoção da denúncia, incluindo anónima da cooperação com os órgãos de justiça criminal competentes e da educação junto dos agentes desportivos.”

Luís Sénica, presidente da Federação de Patinagem de Portugal:

“O Desporto é um dos mais relevantes fenómenos sociais da actualidade. Por isso, e pela sua força comunicacional, é necessário insistir em valores educacionais.

É tempo de o Desporto servir causas e funcionar verdadeiramente de e para as pessoas.

Esta campanha é um momento positivo do Desporto!”

Vicente Araújo, presidente da Federação Portuguesa de Voleibol:

“É com total determinação, empenho e motivação que a Federação Portuguesa de Voleibol se associa a esta campanha de prevenção contra o assédio sexual em contexto de desporto.

A FPV consciente que, esta não é uma realidade distante e que o reconhecimento do problema deve ser transversal a todas as idades e a todos os setores da nossa sociedade, nos quais se insere o desporto, adere a esta iniciativa, em prol da prevenção e combate a este flagelo, na tentativa de garantir um ambiente seguro para todos os nossos atletas e agentes desportivos.”

Nas jornadas das principais competições de andebol, basquetebol, futebol, hóquei em patins e voleibol, que se realizam este fim-de-semana, os atletas, treinadores, árbitros e clubes vão associar-se a esta iniciativa publicitando a mensagem de combate e denúncia ao assédio.

AFS

Veja aqui o vídeo:

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.