Portugal tem 61 concelhos sem jornais e rádios locais

Tomar é um «oásis» neste panorama noticioso. Há dois semanários regionalistas, duas rádios locais, vários sites de informação e correspondência da SIC.

0 216

Portugal tem 61 concelhos sem jornais e rádios de informação com sede, revela o estudo “Deserto de Notícias”, com o investigador Giovanni Ramos a apontar Trás-os-Montes e Alentejo como as regiões mais afetadas.

O “Deserto de Notícias” é um estudo que começou a ser feito nos Estados Unidos com o objectivo de saber quais eram as localidades que não tinham noticiário local, ou seja, que estavam sem jornal e sem rádio local, tendo também sido feito no Brasil e agora em Portugal.

E o que é um deserto de notícias? O investigador associado da Labcom/UBI – Universidade da Beira Interior e autor do estudo, Giovanni Ramos, explica à Lusa que “são regiões que não possuem noticiário local, são comunidades que se a população quer saber o que acontece na sua cidade, na sua comunidade, precisa” de procurar “meios informais porque não há um jornalismo para atender isso”.

Em Portugal “temos um problema que atinge mais ou menos 20% dos concelhos portugueses”, aponta o autor do estudo, que foi actualizado em Setembro.

De acordo com dados de 2021, 19,8% dos concelhos portugueses estão no deserto de notícias. Ou seja, 61 concelhos nos dados de 2021, acrescenta Giovanni Ramos, sendo um problema localizado “e que não é muito diferente dos outros países que já tinham feito este levantamento também”.

Dos 308 concelhos em Portugal, 57 não tinham jornais ou rádios com sede em Setembro de 2020.

Este “deserto de notícias” ocorre “em regiões mais distantes dos grandes centros urbanos e com menor atividade económica”, explica o investigador.

“Isso está ligado às crises económicas que a Humanidade viveu no século XXI e as crises internas do jornalismo”, que incluem as mudanças no mercado, o papel da Internet e as plataformas como Google e Facebook com ferramentas que captam a publicidade.

No caso português “são duas” as regiões onde o “Deserto de Notícias” é mais claro com concelhos nesta situação: Trás-os-Montes e o Alentejo. “Portalegre, por exemplo, é um distrito bastante afetado”, salienta.

Lusa

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.