Crédito Agrícola

Autarcas do Médio Tejo preocupados com serviço deficitário dos CTT

Atraso na distribuição de correio é constante.

0 524

Na  reunião do Conselho Intermunicipal da CIM, no passado dia 9 de junho, os autarcas demonstraram preocupação com o serviço deficitário que está a ser prestado pelos Correios de Portugal, situação, que se repete há já bastantes dias, e que nos tem vindo a criar alguns constrangimentos na nossa região, e na grande maioria dos municípios do Médio Tejo.

Num espaço de 15 dias, os serviços dos CTT não estão a ser devidamente assegurados,  estando vários setores afetados, não só através da rede de distribuição postal (carteiros), com também na rede de atendimento (lojas) provocando atrasos diversos na entrega de correspondência nos vários concelhos da nossa região.

Esta preocupação prende-se com o facto dos atrasos que se têm verificado de uma semana, quinze dias, com a entrega de correspondência que acaba por chegar em alguns casos fora de prazo, e em algumas situações com pagamentos já vencidos.

Numa altura em que o país já por si só se encontra fortemente debilitado fruto da pandeia que nos assola COVID-19, é de lamentar que situações destas aconteçam neste período. As empresas estão a passar por inúmeras dificuldades, muitas delas já em situação de layoff, e vêm-se condicionadas nas entregas e recebimentos de encomendas junto dos serviços dos CTT.

Face aos constrangimentos diversos que esta greve tem vindo a provocar nesta região, situação esta que é generalizada, os autarcas deliberam por unanimidade tornar pública esta preocupação, bem como transmiti-la aos CTT e à própria ANACOM.

 

 

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento
Pode Ser do seu interesse

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.