Empresa de recolha e tratamento do lixo fecha 2022 com mais de 400 mil euros de prejuízo

Câmara de Tomar para além do que já paga, tem de transferir mais 40.818,32€ para o equilíbrio financeiro.

0 991
Widget dentro do artigo  
 
   
Advertisements
Advertisements

A RESITEJO – Empresa de Gestão e Tratamento de Resíduos fecha 2022 com mais de 400 mil euros de prejuízo.

Na próxima reunião de Câmara de Tomar, agendada para a próxima segunda-feira, dia 15 de maio, será apresentado ao executivo no ponto 24, o relatório e contas da RSTJ – Gestão e Tratamento de Resíduos, E.I.M, SA referente  ao ano de 2022.

Resitejo UTMB Sem Titulo

A Presidente de Câmara, Anabela Freitas, irá submeter a apreciação do Executivo Municipal os documentos de prestação de contas da RSTJ — Gestão de Tratamento de Resíduos, EIM, SA referentes ao ano de 2022, dos quais resulta um resultado negativo de 408.183,23€ e, de acordo com o n.° 2 do artigo 40.° da Lei n.° 50/2012, de 31 de agosto, e propor a necessidade de transferência de 40.818,32€  (quarenta mil, oitocentos e dezoito euros e trinta e dois cêntimos) por parte do Município de Tomar, detentor de 10% do capital social, para o reequilíbrio financeiro.

A RSTJ – GESTÃO E TRATAMENTO DE RESÍDUOS, E.I.M, S.A, foi constituída em 2019 com uma área de intervenção de 10 concelhos: Alcanena, Chamusca, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Golegã, Santarém, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha, com NIPC 515 332 607 e sede no EcoParque do Relvão, Rua Ferro de Engomar, 2140-671 Carregueira.

Este SGRU (Sistema de Gestão de Resíduos Urbanos), tem uma área de influência de 2.466km2 e serve uma população de  209.587 habitantes (Censos, 2011).

 

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.