Sabacheira inaugura charca do Vale das Rodas

0 710
A charca armazena água das generosas chuvas de inverno para o verão. É uma técnica que poderá e deverá ser extrapolada para toda a área do maciço calcário que ocupa uma vasta extensão desde a Serra de Alvaiázere à Serra de Aire. Têm uma área de 1200 m2 com capacidade de armazenamento 2500 m3 de água de escorrência natural, sem qualquer custo energético.
Este projeto desenvolvido pela ZIF de Seiça/Sabacheira na propriedade de José Soares na freguesia da Sabacheira em Vale das Rodas, na Quinta D. Álvaro, foi apoiado pelo Fundo Ambiental.
thumbnail f3
No caso concreto do Vale das Rodas, durante o verão não existe água superficial num raio de mais de 2 km, o que constitui um fator limitante tanto para a biodiversidade faunística como para a questão da defesa contra incêndios que assumem na sua envolvência uma dimensão preocupante dado tratar-se da zona do Ribatejo Norte mais crítica em termos de perigosidade de incêndio.
Assim a construção desta charca, neste contexto territorial, tem associada uma elevada importância estratégica decorrente do seu duplo objetivo de promover a biodiversidade local e de criar um ponto de água que permita nomeadamente o abastecimento de helicópteros para combate a incêndios florestais na freguesia e não só.
A inauguração contou com a presença de mais de meia centena de pessoas, de entre as quais, o proprietário do terreno, José Soares, que agradeceu a presença de todos neste evento simbólico e de grande importância para ele e sua família. Referiu que desde o inicio contou com o apoio de da ZIF, da Junta de Freguesia da Sabacheira e da Câmara Municipal de Tomar, sendo que este investimento irá valorizar o território, de forma sustentável.
Em representação da Zona de Intervenção Florestal de Seiça – Sabacheira, o eng. Pedro Cortes, que para além de explicar as características técnicas da charca, fez uma resenha dos trabalhos executados na freguesia da Sabacheira através de fundos comunitários, com o intuito de proteger a natureza e as pessoas de incêndios mais intensos. Referiu ainda as diligencias realizadas pela ZIF e pelos presidentes de junta para conseguir trazer mais fundos para investimento.
A  Presidente da Câmara Municipal de Tomar, Anabela Freitas, referiu a importância desta estrutura a todos os níveis e a sua importância territorial, tratando-se de um trabalho que irá fortalecer o trabalho da Proteção Civil. Com a aprovação da Área Integrada de Gestão da Paisagem (AIGP), todos os trabalhos realizados pela Câmara e pela Junta de Freguesia terão continuação e isso é muito importante.
António Graça, Presidente da Junta de Freguesia da Sabacheira, agradeceu o investimento ali realizado pelo proprietário do terreno, devido à importância para a biodiversidade e sua proteção. Lembrou que desde há cerca de 12 anos, a Junta trabalha para valorizar o território e criar ou dinamizar novas formas de proteção, sendo esta mais uma, a complementar outras.
thumbnail f1
Ainda estiveram presentes o Deputado Hugo Costa, o Vereador Rui Vital da Câmara Municipal de Ourém, o Presidente da Junta de Freguesia da Seiça, Custódio Henriques, o Presidente da Junta de Freguesia da Além da Ribeira e Pedreira, Alexandre Horta e ainda outras entidades civis e militares, a referir, os Bombeiros de Ourém e Tomar, a GNR e um representante da Quercus.

Fonte: JFS

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.