Instalação da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA) no TAGUSVALLEY vai custar 5 milhões de euros

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior dá luz verde ao projeto final para a instalação definitiva da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes no TAGUSVALLEY – Parque da Ciência e Tecnologia, em Alferrarede. 

0 344

A Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, homologou, no dia 3 de maio, o parecer favorável da DGES – Direção-Geral de Ensino Superior ao projeto final para a instalação definitiva da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA) no TAGUSVALLEY – Parque da Ciência e Tecnologia, em Alferrarede. 

A utilização das novas instalações da ESTA para ministrar os seus cursos dependia, por força de norma legal do Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior, de prévia autorização do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, que por sua vez, dependia do cumprimento de rigorosos requisitos respeitantes às condições disponibilizadas naquelas instalações. Com esta autorização por parte da tutela e após um longo trabalho em cooperação entre projetistas da Câmara de Abrantes e do Instituto Politécnico de Tomar (IPT), o projeto de construção do complexo pedagógico da ESTA, foi concluído e encontra-se pronto para servir de base à respetiva empreitada de obra pública, num futuro muito próximo.

A Câmara Municipal de Abrantes vai ser a dona da obra, num investimento previsto de cerca de 5 milhões de euros, para a intervenção de reconversão de parte do edifício E9 (antigos pavilhões da CUF), integrado no conjunto edificado do Parque de Ciência e Tecnologia.  

João Coroado, presidente do Instituto Politécnico de Tomar, acredita que “O complexo pedagógico da ESTA é uma peça fundamental no caminho das dinâmicas e da excelência da missão pedagógica e científica que cumpre ao IPT. O bem estar institucional e os meios e recursos que o complexo pedagógico permitem, nomeadamente de implementação das melhores metodologias pedagógicas e de realização de projeto científicos e de desenvolvimento, irão, certamente, possibilitar mais e melhor intervenção e responsabilidade na formação de ativos graduados e nos projetos de I,D&i em benefício, de Abrantes, da região e do País, em contexto internacional.”

Para o Presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, este é um momento “de afirmação da dinâmica do ensino superior no concelho de Abrantes e na região do Médio Tejo”. O autarca sublinha a importância das novas instalações integradas no Parque de Ciência e Tecnologia, onde já se encontram a funcionar os laboratórios da ESTA, “porque garante as melhores condições para o crescimento da escola e do número de alunos e passa a reunir condições para reforçar o desenvolvimento económico da região já que vai instalar-se lado-a-lado com organizações e empresas que constituem um ecossistema de inovação e empreendedorismo, ganhando capacidade de alavancar as competências necessárias para o aumento e reforço da competitividade económica regional”.

 

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.