Três grandes obras, investimento de 230 milhões de euros, criação de 1000 postos de trabalho, darão grande impacto à capital do distrito – Santarém

Os investimentos vão desde do setor da saúde à economia e habitação.

0 410
Widget dentro do artigo  
 
   
Advertisements
Advertisements

Três grandes obras, em três locais diferentes do concelho, vão trazer a Santarém cerca de 230 milhões de euros de investimento, que irão proporcionar a criação de perto de mil novos postos de trabalho, avança a rederegional.

Segundo a mesma fonte, os números foram avançados pelo vice-presidente da Câmara de Santarém, João Teixeira Leite, na quinta-feira, 2 de maio, no stand da Câmara de Santarém no Salão Imobiliário de Lisboa (SIL), e referem-se a investimentos privados de grande monta no concelho.
Hospital da Luz Ribatejo

O primeiro é o Hospital da Luz Ribatejo, um investimento de 58 milhões de euros, cujas obras se iniciaram em abril deste ano e cuja previsão de abertura aponta para o primeiro semestre de 2026. Ao todo, serão criados cerca de 500 postos trabalho.

Em julho deste ano deverá iniciar-se a construção do Centro Logístico do Gualdim, obra de 25 milhões de euros a construir numa área de 33 mil metros quadrados junto à conhecida Rotunda da antiga Fábrica Cintra, no cruzamento da EN3 para a Romeira. A previsão aponta para 12 meses de obra e para a criação de 150 postos de trabalho.

Parque Logístico de Almoster

Mais atrasado, ainda em fase de negociação e análise de pareceres está o Parque Logístico de Almoster, obra estimada em cerca de 150 milhões de euros a construir junto ao nó da A1 do Cartaxo. João Leite refere que os promotores querem rapidez e acredita que o projeto, que envolve a construção de três grandes naves de área logística, pode ir ainda este ano à Assembleia Municipal.

O presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, diz que isto é a prova que Santarém tem potencialidades excecionais, com boa qualidade de vida, sendo, em sua opinião, o concelho da região que mais se vai desenvolver.

Três mil fogos aprovados

Segundo o autarca, a procura de habitação está a crescer e há neste momento cerca de 3 mil fogos licenciáveis, com possibilidade de construção assim que os promotores queiram avançar.

A decisão sobre a localização do novo aeroporto é vista como estratégica para a região. Ricardo Gonçalves espera “notícias favoráveis” nos próximos meses.

Segundo os dados revelados no SIL, Santarém é atualmente o 29º concelho do país com maior poder de compra e tem uma taxa de desemprego de 3.2 por cento, cerca de metade da média nacional, com a criação de cerca de 500 postos de trabalho por ano.

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.