Chamusca

Utilização de máscara deixa de ser obrigatória nas farmácias e transportes públicos

0 245

A utilização de máscara nas farmácias e transportes públicos de passageiros devido à pandemia de covid-19 deixou de ser obrigatória.

A medida foi anunciada por Marta Temido, ministra da Saúde, que justifica a decisão com a manutenção da evolução favorável, com uma tendência controlada da utilização dos cuidados de saúde e também com a informação cientifica disponível”.

O fim da obrigatoriedade de utilização de máscaras ou viseiras é também válida em táxis e TVDE.

A governante explicou ainda que o fim da obrigatoriedade do uso da máscara de proteção se estende às farmácias de venda ao público. No entanto, Marta Temido ressalvou que continua a ser necessário usar máscara nos hospitais e em lares de idosos.

“Mantém-se a obrigatoriedade de utilização de máscaras em estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde, face à particular exposição das pessoas que a eles recorrem, e nos estabelecimentos residenciais para idosos e estruturas semelhantes”, sublinhou.

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.