CIM do Médio Tejo avança com projeto de sinalética dos Caminhos de Fátima

0 614

indice 2

Segundo avança a Comunidade Intermunicipal do Méio Tejo (CIMT) no seu site  mediotejo.pt, Fátima é uma das principais atrações turísticas do Médio Tejo. Muitos partem até ao Santuário movidos pela sua fé e religiosidade, mas também para conhecer um espaço que é dos principais pontos turísticos da região centro do país.

Para esta CIM, Fátima tem sido um ponto fundamental no trabalho levado a cabo no âmbito da Afirmação Territorial do Médio Tejo, tendo já projetos estruturados e firmados para a sua dinamização turística, cultural, mas também religiosa.

Neste sentido, a CIM do Médio Tejo tem estabelecido reuniões com o Centro Nacional de Cultura (CNC), entidade que coordena os Caminhos de Fátima a nível nacional, que tutela a marca, o seu enquadramento e a sua marcação pelo território nacional, de modo a avançar com um projeto desinalética dos Caminhos de Fátima no nosso território.

images yuuu

CIM do Médio Tejo celebra protocolo com Centro Nacional de Cultura

No último Conselho Intermunicipal da CIM do Médio Tejo, do dia 17 de dezembro, foi aprovada a minuta de protocolo a celebrar entre a CIM do Médio Tejo e o Centro Nacional de Cultura.

Através deste protocolo, esta CIM compromete-se a colaborar no projeto Caminhos de Fátima no Médio Tejo, nomeadamente, através da implementação de percursos, realizando os trabalhos de intervenção e sinalização no terreno, fazendo a gestão corrente da sua manutenção e promovendo a sua valorização, em parceria com os municípios envolvidos.

Também, é de referir que a CIM do Médio Tejo, e os municípios abrangidos, já implementaram a marcação do Caminho de Santiago no seu território, o qual abrange os concelhos de Vila Nova da Barquinha, Tomar e Ferreira do Zêzere. Assim, pretende esta CIM que a proposta de traçados a apresentar possa ser complementar com os itinerários do Caminho de Santiago.

Os Caminhos de Fátima, identificados e desenvolvidos pelo Centro Nacional de Cultura desde 1996, são uma rede de itinerários religiosos e culturais que partem de diferentes locais e terminam no Santuário de Fátima. O objetivo é o de proporcionar a quem os percorre uma verdadeira “espiritualidade”, em ligação com a natureza e as vivências religiosas e culturais.

Estes caminhos têm o objetivo de criar condições seguras e aprazíveis para peregrinos e caminhantes que se dirigem ao Santuário de Fátima, evitando as estradas com grande circulação automóvel. São itinerários que percorrem territórios variados, com grande interesse cultural e paisagístico, e articulam-se com outros itinerários de âmbito nacional e internacional.

Desenvolvidos pelo Centro Nacional de Cultura, os caminhos já existentes estão disponíveis no site www.caminhosdefatima.org. Para breve, a CIM do Médio Tejo conta divulgar os novos traçados previstos para a nossa região de modo a dar continuidade ao trabalho de afirmação turística de Fátima.

images

Fonte: www.mediotejo.pt

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento
Pode Ser do seu interesse

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.