Crédito Agrícola

Obras de requalificação da Várzea Grande vistas a «olho nu»

0 591

maria

   Estão em curso, há vários meses, as obras de requalificação da Várzea Grande em Tomar. Para uns, é a verdadeira sala de visitas, e há muito que se esperavam as obras nesta zona da cidade.

    Na generalidade, todas as obras são polémicas. No futuro, o resultado dirá se estas obras, foram a melhor opção, de acordo com a funcionalidade que esta terá.

    As obras, que obedecem a um projeto, levaram ao corte de árvores (sempre discutível)! Mas agora, a Várzea Grande está despida. E podemos olhá-la de outra forma. Ver a traça arquitectónica dos edifícios no seu todo, o espaço amplo, a mistura de estilos dos edifícios, que foram surgindo em várias épocas. As mazelas, antes menos visíveis, agora estão à vista, a «olho nu». Que futuro terão estes edifícios?

   Poderemos ter brevemente uma Várzea Grande de cara lavada, com uma envolvente menos digna. Esperemos que não, até porque aqui, é o ponto de partida e de chegada desta cidade!

    Agora, podemos ver o Convento de S. Francisco na sua plenitude. Consegue-se imaginar os tempos, em que este monumento viveu o seu esplendor. Hoje, parte do edifício (ala esquerda) é propriedade da Câmara de Tomar, a outra parte (ala direita), que abrange a Igreja de S. Francisco, é da Ordem Terceira,
que não tem conseguido realizar obras para a sua conservação.

Na parede é já bem visível o estado de degradação.Esperemos que um dia, esta ala seja, devidamente,
recuperada e conservada, a qual deveria ser usufruída pelos tomarenses. Os monumentos, são livros
de história, que todos deveríamos usufruir independentemente da sua propriedade.

nova 2

 

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento
Pode Ser do seu interesse

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.