Ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes, distinguida em França

Com grau de Comendadora da Ordem do Mérito Agrícola

0 645
Widget dentro do artigo  
 
   
Advertisements
Advertisements
A Ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes, foi distinguida, esta tarde, em França, com a atribuição do grau de Comendadora da Ordem do Mérito Agrícola. Tal aconteceu após uma reunião com o homólogo francês, Marc Fesneau, na qual foi possível debater temas que marcam a atualidade, tais como as novas técnicas genómicas, o transporte de animais, a simplificação da Política Agrícola Comum e o uso mais eficiente da água.
Pode ler-se no https://www.portugal.gov.pt/ que “Em linha com as prioridades europeias, Portugal tem vindo a defender o desenvolvimento de um programa similar ao Repower, mas direcionado para o uso da água. Esta foi mais uma oportunidade para estabelecermos prioridades e definirmos esforços, também no campo da identificação de vias alternativas, como, por exemplo, a dessalinização, reutilização de águas residuais e retenção e novos armazenamentos. A sustentabilidade tem de ser a grande e permanente meta. Daí também termos abordado as novas técnicas genómicas. É essencial e possível compatibilizar produtividade, alicerce da segurança alimentar, e a proteção dos recursos, da biodiversidade e dos ecossistemas, nomeadamente com recurso à inovação”, clarificou a governante.
Sobre a condecoração, nas palavras do Ministro Marc Fesneau, a distinção à Ministra da Agricultura e da Alimentação justifica-se “pelo trabalho, tenacidade e liderança que permitiram alcançar a Reforma da Política Agrícola Comum (PAC), durante a Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, em 2021. Foi a tua liderança e tenacidade, Maria do Céu, que permitiram que a PAC fosse finalmente aprovada quando já poucos acreditavam que tal fosse possível. Contamos contigo na próxima reforma da PAC”.
Maria do Céu Antunes realça que esta é “uma distinção coletiva, atribuída a uma equipa, a Portugal, porque a e reforma da PAC foi conseguida graças a um grupo muito extenso de pessoas, que muito se empenharam. Recebo-a com uma honra imensa e um sentimento de gratidão ainda maior. Orgulho-me por ter conseguido contribuir um pouco mais para a construção do projeto comum que é a União Europeia (UE) e penso que é nisso que nós, europeístas, nos devemos empenhar, em cada momento. E trabalhar pelo sucesso de um setor, que é garante da segurança alimentar e do desenvolvimento socioeconómico do país e da UE, tem sido uma missão desafiante, mas repleta de oportunidades de fazermos a diferença”.
A Ministra portuguesa destacou ainda “a forte cooperação e o diálogo que têm sido mantidos, nomeadamente em tempos tão difíceis como os atuais. E foi exatamente isso que aconteceu hoje, nesta reunião em que pudemos partilhar perspetivas e visões. Porque o que realmente importa é construir e implementar política pública que traga respostas, motive o crescimento e a inovação e se faça sentir nas vidas das pessoas”.
Recorde-se que, em dezembro de 2022, Maria do Céu Antunes já havia sido agraciada com a condecoração “Gran Cruz de la Orden Civil del Mérito Agrario, Pesquero y Alimentario, Sección Mérito Agrario”, atribuída pelo governo de Espanha e proposta pelo Ministro da Agricultura, Pesca e Alimentação, Luis Planas.

 

Do curriculum de Maria do Céu Antunes destaque para o cargo de presidente da Câmara Municipal de Abrantes, que exerceu naquele concelho e da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, que tem sede em Tomar.

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.