Criptomoedas em Portugal – O fim do regime livre chegou?

1 289

Está perto de chegar ao fim o regime do livre das criptomoedas em Portugal com o novo Orçamento do Estado? Descubra o que vai mudar…

Criptomoedas em Portugal – Impostos chegam em 2023? 

Será no próximo ano que se começam finalmente a pagar impostos pelas criptomoedas? Essa é a intenção do governo…

Portugal tem sido considerado um paraíso para as criptomoedas, já que o regime fiscal inexistente permite aos investidores obter grandes lucros sem descontar nada para impostos. Mas o governo pretende colocar ponto final a essa situação, e no Orçamento de Estado para 2023 propõe taxar (e de forma bem pesada…) os ganhos com as criptomoedas…

À imagem do que já acontece com os jogos de apostas online, em que tem de pagar impostos sobre o que ganha depois de se inscrever com o Código de Bónus bet365, também as moedas digitais vão começar a pagar impostos sobre os lucros a partir do próximo ano. A intenção do governo, inscrita no Orçamento do Estado para 2023, passa por aplicar uma taxa de 28% sobre os lucros com as criptomoedas.7

Criptomoedas em Portugal – O fim do regime livre chegou? 

Até ao momento Portugal é um dos poucos países da Europa que não tem qualquer medida fiscal para reter parte do dinheiro ganho com as moedas digitais. Por esse motivo, o nosso país tem mesmo sido apontado como um paraíso fiscal para as criptomoedas, porque tudo o que os investidores ganham com a valorização dos ativos é lucro.

Esta situação tem vindo a ocorrer desde 2016, quando a Autoridade Tributária (as Finanças) veio esclarecer que as criptomoedas não podiam ser consideradas rendimentos de capitais (o que acontece com os lucros das acções na Bolsa de Valores) nem Mais-Valias Patrimoniais (aplicadas, por exemplo, ao que ganha quando vende uma casa). Mas agora a intenção passa por criar um imposto sobre as criptomoedas.

O desejo de taxar as criptomoedas tinha sido já anunciado pelo Ministro das Finanças, Fernando Medina, em maio deste ano. Nessa altura, o responsável pela área fiscal no governo afirmou que “vamos adaptar a nossa legislação e a nossa tributação” para deixar de haver isenção sobre as criptomoedas. E agora essa intenção fica confirmada na proposta de Orçamento do Estado para 2023.

Quanto se vai pagar com o imposto das criptomoedas? 

Este imposto sobre as moedas digitais será aplicado apenas aos ativos que são retidos por menos de um ano, incidindo sobre 28% dos lucros. Isto significa que os investidores que mantêm as moedas por tempo superior devem, neste momento, ficar protegidos.

Quer saber quanto vai pagar? Imagine que investe 1000€ numa moeda digital que, após se valorizar, passa a valer 6000€. Isso significa que, ao vender este ativo, hoje em dia você tem um lucro atual de 5000€. Mas em 2023, se a proposta do governo passar, o lucro do investidor passa a ser de apenas 3600€, já que os restantes 1400€ são destinados ao governo através da taxa de 28% sobre os lucros com criptomoedas.

O governo terá ainda a intenção de taxar o mercado de moedas digitais por outros meios. Segundo foi avançado, o objetivo passa por aplicar também uma taxa de 10% sobre as transferências gratuitas de criptomoedas, a que se junta ainda um imposto de 4% sobre as comissões que os intermediários cobram no mercado de criptomoedas. Além disso, o governo revelou ainda a intenção de passar a cobrar, em sede de IRS, uma taxa a quem faz mineração e emissão de criptoativos. Ou seja, o mercado livre e sem impostos de criptomoedas parece mesmo estar perto de terminar em Portugal.

 

 

 

 

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento
1 comentário
  1. Tiago Diz

    Antes era considerado um esquema ninguém ligava. Agora como da dinheiro querem para eles também. Chulos do c…..lho

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

google.com, pub-9853338638165848, DIRECT, f08c47fec0942fa0