Dois indivíduos vão ser julgados por incendiar palanque de espera aos javalis

Aconteceu no Distrito de Santarém.

0 416

O Ministério Público (MP) deduziu acusação contra dois suspeitos de terem dado origem a um incêndio num palanque de espera aos javalis, numa reserva de caça em Alcanhões, no concelho de Santarém, avança a rederegional.

Segundo a mesma fonte, “os arguidos, de 25 e 43 anos, vão responder no Tribunal de Santarém por um crime de incêndio florestal na forma consumada, num caso de fogo posto num terreno de caça gerido pela Associação de Caçadores e Pescadores de Alcanhões e Vale de Figueira. De acordo com o MP, os suspeitos retiraram o palanque de espera aos javalis, que é feito de madeira, e atiraram-no já a arder para uma valeta cheia de mato e vegetação facilmente combustível.

O fogo pegou num silvado e só não teve consequências mais graves graças à primeira intervenção de alguns elementos da associação de caça e à chegada rápida dos Sapadores Bombeiros de Santarém, que deslocaram para o local duas viaturas e seis elementos.

Ainda segundo a Acusação, os arguidos, que foram identificados pela Polícia Judiciária no próprio dia, conheciam bem o local e agiram com a intenção de incendiar a vegetação circundante”.

 

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.