1140 profissionais já foram vacinados contra a covid-19 no Centro Hospitalar do Médio Tejo

500 profissionais já receberam a segunda dose da vacina.

0 417

Desde que iniciou o Plano de Vacinação Covid-19, a 29 de dezembro de 2020, que o Centro Hospitalar do Médio Tejo, vacinou mais de 1440 profissionais, sendo que, destes, mais de 500 já receberam a segunda dose.

Por estar a implementar um processo de vacinação criterioso nos procedimentos, e ainda por ter uma capacidade de mobilização muito rápida dos seus profissionais para a administração da vacina, este Centro Hospitalar recebeu, no passado fim de semana um fornecimento extra de vacinas que permitiu alargar a vacinação a mais cerca de 200 profissionais do Centro Hospitalar do Médio Tejo.

original

Ao abrigo dos critérios de prioridade que foram estabelecidos, seguindo as diretivas da Direção Geral de Saúde, foram vacinados profissionais das seguintes categorias:

Até ao dia 24 de janeiro de 2021, dos 177 médicos elegíveis foram já vacinados 146 médicos, tendo-se dado prioridade às especialidades mais relevantes para o tratamento dos doentes Covid-19.

A percentagem de enfermeiros vacinados é mais expressiva, com mais de 615 vacinados, dos 680 enfermeiros elegíveis para vacinação.

Dos cerca de 190 Técnicos de Diagnóstico e terapia das mais diversas áreas elegíveis, mais de 130, foram vacinados, tendo-se dado prioridade aos que têm maior proximidade ao contexto do tratamento de doentes com Covid-19.

No caso de Assistentes Operacionais, dos 543 elegíveis foram vacinados 413.

No fim da presente semana todos estes números subirão por se irem administrar 170 novas primeiras tomas de vacinas.

Neste momento a percentagem de profissionais vacinados no CHMT permite o funcionamento da Instituição preservando os seus profissionais de contágios comunitários.

94% das vacinas foram para profissionais na prestação direta de cuidados a doentes Covid-19, sendo que as restantes 6% foram administradas a funcionários igualmente essenciais para o funcionamento do CHMT.

Esta altíssima taxa de vacinação é um fator de garantia e de grande confiança para toda a população do Médio Tejo, pois permite que o CHMT não pare a prestação de cuidados aos doentes.

Esta garantia de que o CHMT não interromperá a sua atividade assistencial está salvaguardada pela inclusão no plano de vacinação de profissionais cujas funções são absolutamente essenciais ao adequado funcionamento do Centro Hospitalar do Médio Tejo, em particular no apoio às áreas dedicadas à Covid-19.

Incluem-se nestas categorias profissionais como canalizadores, eletricistas, informáticos, gestão de acesso/tramitação de doentes e gestão de recursos humanos, entre outros.

Também no dia, 21 de janeiro, o CHMT integrou no Plano de Vacinação, elementos que abastecem de medicação e material de consumo clínico essas mesmas áreas de prestação de cuidados de saúde Covid19, na unidade de Abrantes.

Não esquecendo que a incidência de contágio na comunidade é extremamente expressiva, também estes trabalhadores têm de ser protegidos, para não colocarem em causa as funções essenciais que executam na gestão da instituição.

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento
Pode Ser do seu interesse

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.