Homem de 81 anos será acusado de homicídio por negligência e omissão de auxílio

Na morte por atropelamento de Carlos Constantino, que ocorreu ontem em Carril - Junceira.

0 626

A GNR de Tomar deteve ontem um homem de 81 anos, suspeito de ter atropelado Carlos Constantino na estrada do Carril – Junceira, por volta das 7h10. O homem será agora acusado de homicídio por negligência e omissão de auxílio, uma vez que se pôs em fuga após o atropelamento.

No seguimento de um alerta para um acidente de viação com atropelamento de um peão, os militares da Guarda deslocaram-se à Estrada Municipal 351 (EM 351), no concelho de Tomar, tendo constatado que a vítima, Carlos Constantino, ex-funcionário da Câmara de Tomar, de 62 anos, que praticava desporto quando foi colhido por um veículo que circulava naquela via. Após o atropelamento o condutor suspeito fugiu do local sem providenciar o socorro à vítima que acabou por falecer no local, refere o comunicado da GNR.

No decorrer da ação, foram realizadas diversas diligências policiais, que culminaram na localização do condutor suspeito, na sua habitação, com o veículo parqueado na garagem. Após inspeção ao veículo, constatou-se que os danos que apresentava conciliavam com o acidente em causa, tendo o condutor suspeito posteriormente assumido a autoria dos factos, culminando na sua detenção, adianta a GNR.

Esta ação contou com o reforço do Núcleo de Investigação de Crimes em Acidentes de Viação (NICAV) de Santarém, que prossegue com as diligências de investigação e com apoio da VMER e INEM.

O detido foi constituído arguido e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Tomar. Fica a aguardar julgamento em liberdade.

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.