Banda tomarense Ashes celebram 25 anos em concerto

Na próxima sexta-feira, dia 20.

0 141
Widget dentro do artigo  
 
   
Advertisements
Advertisements

A banda de rock/metal alternativo tomarense Ashes celebra um quarto de século de existência na próxima sexta-feira, dia 20 de janeiro, com um concerto de cerca de duas horas no Cine-Teatro Paraíso em Tomar, numa viagem por toda a discografia, com início marcado às 22h00.

novo

Biografia:

O dia 2 de Janeiro de 1998 é o dia apontado como o nascimento dos Ashes. Começando por experimentar uma sonoridade pop/rock para iniciar, cedo se viraram para estilo grunge. Foi nesta altura que começaram a dar concertos ao vivo, em festivais de música e em bares, principalmente na zona centro do país.
Passado um ano houve uma mudança de baterista, e após uns concertos de ambientação à nova formação foram gravadas as primeiras maquetes da banda. A partir daqui os Ashes também se aventuraram em novos terrenos, como acarretarem as despesas de serem a única banda presente no palco.
No início de 2001 alguns problemas como lesões físicas dos guitarristas e a saída do baixista obrigaram a um período de alguma latência. De certo modo tal acabou por ser precioso pois possibilitou uma reflexão sobre o estilo de som da banda, de modo a experimentar algumas sonoridades mais alternativas e actuais, tornando-se num post-grunge que ainda hoje se nota em muitas das músicas. Assim, com esta resolução e com um novo baixista (que há muito acompanhava a banda), os Ashes voltaram à carga, passando por vários locais do país, com principal incidência na zona centro.
Infelizmente em 2002 surgiu o contratempo de se terem de despedir do seu vocalista por este ir sair do país. A voz ficou a ser assegurada por um dos guitarristas da banda a cumprir os restantes concertos da banda até em 2003 começarmos a procurar um novo vocalista. No meio desta procura surgiu também a hipótese de incorporar um violino. Tal ideia foi recebida com agrado e foi base de trabalho durante bastante tempo de modo a aproveitar a potencialidade do instrumento até incorporarmos um novo vocalista já no final de 2004.
Assim a partir de 2005 vieram mais concertos da banda na zona centro do país, como Entroncamento e São Silvestre.
Notava-se agora que o som estava mais direccionado para um rock/metal alternativo, com uma nova onda de criatividade que conseguia reunir um pouco de todas as (muitos diferentes) influências dos membros da banda.
Em 2006 continuam os concertos de modo a dar a conhecer a banda, não só na zona centro do país, mas também noutros locais, onde o feedback foi muito positivo. De assinalar a oportunidade conquistada de tocar na Festa do Avante! 2006 no Palco Novos Valores, um dia a nunca esquecer. No final do ano foram também seleccionados para a compilação nacional Corpos Garagem Vol. I promovida pela Corpos Editora.
No início do presente ano os Ashes começaram a produzir o seu EP de autor de modo a poderem difundirem o mais possível o seu trabalho (mas sem nunca deixarem as actuações ao vivo) Mesmo com as suas características “caseiras” e só saindo em Outubro este foi muito bem aceite pelo publico em geral, indo já numa segunda edição.
Mas 2007 trouxe também mais dois triunfos para os Ashes. Em Março conquistaram o primeiro lugar no 1º Festival Rock do Oeste nas Caldas da
Rainha e em Junho repetiram a façanha com o primeiro lugar no 3º Concurso Nacional de Bandas do Entroncamento.
Em Janeiro de 2008 os Ashes festejam os seus 10 anos de existência, com uma festa a preceito organizada em conjunto com a Câmara Municipal de Tomar. Já em Março são considerados a melhor banda pelo público do 4º Concurso de Bandas de Garagem de Setúbal, e em Maio voltam às vitórias, com o 1º lugar no 2º Concurso de Bandas de Garagem de Constância. Ainda nesse ano são cabeças de cartaz do segundo dia da Semana Académica de Peniche.
Em 2009, sem parar com as actuações ao vivo, começam a preparar com afinco o seu novo trabalho para 2011/2012, seguindo agora uma linha conceptual, com resultados visíveis a nível de um maior experimentalismo e agressividade. Esse resultado está agora à vista, com o seu novo álbum Ecila.
Atualmente, após uma paragem forçada que os afastou dos palcos, a banda continua a compor e a preparar um novo trabalho, ainda sem data prevista de lançamento.

 

indice 6

 

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.