Tejo Ambiente só tem uma viatura para despejar fossas, e está avariada

0 1.269

O Albergue de Peregrinos de Calvinos, na União de Freguesias de Casais e Além da Ribeira, poderá ter que fechar portas até ser despejada a fossa do edifício, uma vez que a mesma se encontra cheia dada à grande procura do albergue por peregrinos do Caminho de Santiago.

ALBERGUE CALVINOS 11

O presidente da Associação Cultural e Recreativa de Calvinos, Hipólito Silva, não se casa de abrir as portas e zelar pelo Albergue de Peregrinos, situado na  antiga escola primária. Este albergue, um espaço moderno, funcional, soalheiro, à beira do caminho, está quase sempre esgotado, num ano, em que os caminheiros registam um grande aumento.

Porém pode ter que deixar de receber peregrinos, pois a  fossa que recebe o escoamento das águas residuais do edifício enche rapidamente, dado só ter capacidade para cerca de 5 mil litros e a Tejo Ambiente só tem uma viatura para despejar fossas que no momento se encontra avariada.

Neste albergue, um projeto da câmara e financiado pelos fundos do turismo, onde podem pernoitar 10 pessoas, que  cada uma pode gastar cerca de 80 litros de água diários, e com banhos, não há esgotos da rede, recorreram à fossa séptica que devia ter capacidade para 20 a 40 mil litros. A atual fossa não dá resposta às necessidades do albergue.

Enquanto a  rede de esgotos não chega a lugares como Torre, Calvinos, Soianda, Ceras, Alviobeira e outros lugares neste topo norte/nordeste do concelho a Tejo Ambiente deveria ter meios, para satisfazer os pedidos, pois despejar a fossa para o quintal é ilegal e um atentado à saúde pública!

António Freitas 

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.