Tomar: Aspeto desolador nas imediações da Capela de São Gregório ensombra a sua beleza e história

0 812
Widget dentro do artigo  
 
   
Advertisements
Advertisements

Numa breve visita à Capela de São Gregório em Tomar constatámos, com grande tristeza, o aspeto desolador nas imediações da mesma, que ensombra a sua beleza e importância histórica. Os elegantes vasos de flores colocados ao longo da estrada, em frente ao largo da capela encontram-se abandonados, cheios de ervas daninhas. As ervas já invadem o monumento, onde uma hera já tomou conta do telhado. Os antigos sanitários públicos que foram fechados com cimento aquando do realojamento de um tomarense, que durante anos fez dos mesmos a sua casa, hoje mais parecem um reservatório de lixo, ervas e folhas secas que ainda não foram retiradas do último Outono.

20230401 162746

A pouco mais de 3 meses da Festa dos Tabuleiros, era desejável que o espaço fosse limpo e cuidado.

Por outro lado, que imagem têm os turistas e/ou clientes que pernoitam no Hotel dos Templários, perante esta sala de visitas? Recorde-se que ainda há muito pouco tempo ali se realizaram as jornadas parlamentares do PS. Para além de muitas outras iniciativas de caráter empresarial, que ali se realizam com frequência. Aqui ficam as imagens, e o apelo a quem de direito que proceda à limpeza e embelezamento daquele espaço que é um verdadeiro postal turístico de Tomar.

20230401 162512
Ervas dão aspeto de abandono

20230401 162616

Uma hera já tomou conta do telhado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sobre a Capela de São Gregório

A Capela de São Gregório situa-se em Tomar, no início da Estrada do Prado. É um pequeno santuário de construção quinhentista, planta central e estrutura octogonal no corpo principal do templo, rematada por uma cúpula de estilo renascentista. A nave é coroada no topo por um bonito varandim, com remates nos vértices do octógono. Já a cobertura da cúpula termina ao centro com um cata-vento com uma cruz. Junto da capela-mor, encontra-se uma sacristia de planta retangular.

A fachada é semicircundada por um alpendre ou galilé que protege a entrada da Capela e que está assente sobre sóbrias colunas toscanas de fuste liso. No exterior, destaque para a porta principal, ornamentada com expressivos elementos manuelinos, idênticos aos da famosa janela da Sala do Capítulo do Convento de Cristo.

As paredes da nave da Capela, de ambos os lados, são decoradas por magníficos painéis de azulejos setecentistas, de cor azul e branca, vindos do Convento das Trinas de Lisboa, em que estão representadas cenas da vida de São Gregório. Um dos painéis representa a celebração de uma missa e o outro uma reunião conciliar. Na capela-mor, destaque para os azulejos de padrão geométrico. No interior, ao fundo, o altar é simples e singelo. É encimado por três nichos e apresenta, ao centro, a imagem de São Gregório, o santo padroeiro. Fonte: www.visit-tomar.com

20230401 162427
Antigos sanitários que foram tapados com cimento

Fotos: Isabel Miliciano

 

 

 

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.