Centro Hospitalar do Médio Tejo vai receber reforço financeiro de 15 milhões de euros

CHMT integra os Hospitais, de Tomar, Abrantes e Torres Novas.

0 463

O Hospital Distrital de Santarém e o Centro Hospitalar do Médio Tejo vão receber um reforço financeiro de quase 25 milhões de euros (24.656,294 euros), para proceder aos pagamentos em atraso a fornecedores. O Governo aprovou o reforço de 630 milhões de euros para os hospitais E.P.E. (Entidades Públicas Empresariais) de todo o País, avança o Correio do Ribatejo.

O Hospital Distrital de Santarém vai receber uma verba de 9.748,832 euros e a verba do Centro Hospitalar do Médio Tejo ascende aos 14.907,462 euros, segundo o despacho hoje publicado em Diário da República.

De acordo com o documento, estes 630 milhões de euros destinam-se a liquidar, pelo menos, 80 por cento dos pagamentos em atraso a fornecedores externos e, só depois de pago esse valor, “e quando estritamente necessário”, pode a verba remanescente ser usada para pagar “dívidas vencidas e não pagas relativas a despesas com aquisição de bens e serviços, bem como com despesas com pessoal”.

O despacho explica que o pagamento das dívidas fica ainda “condicionado à verificação da inexistência de dívidas, quer à Autoridade Tributária e Aduaneira, quer à segurança social, por parte dos beneficiários dos pagamentos”.

Em comunicado emitido na altura, o Ministério da Saúde lembrava o reforço feito em Agosto deste ano, no montante de 350 milhões de euros.

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.