Polícia Judiciária deteve incendiário florestal em Coruche

Os factos foram praticados no concelho de Coruche.

0 192

A Polícia Judiciária de Lisboa e Vale do Tejo, procedeu à detenção fora de flagrante delito, de um homem, de 44 anos de idade, por existirem contra ele fortes indícios da prática de seis crimes de incêndio florestal, que ocorreram entre julho e outubro últimos, num terreno inculto, de mato e vegetação, junto a uma zona residencial situada no concelho de Coruche.

O arguido, que ateava os incêndios com recurso a chama direta, teria como propósito intimidar e atemorizar os seus vizinhos, colocando em perigo, aglomerados populacionais, infraestruturas e ainda a mancha florestal existente nas proximidades, num quadro de condições climatéricas aptas a potenciar o risco causado pelas sua condutas.

O detido, já com antecedentes criminais, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial de arguido detido,  para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.