AETCB lança comunicado sobre painéis fotovoltaicos, nível baixo da cota de água e Plano Ordenamento da Albufeira

Associação de Empresários Turísticos do Castelo do Bode.

0 869

indice

Os novos órgãos da Associação de Empresários Turísticos do Castelo do Bode (AETCB), tomaram, hoje, posse para o período de dezembro de 2021 a dezembro de 2025.

Esta associação aproveitou o momento para tornar público um comunicado, onde defende a criação de um modelo de desenvolvimento turístico sustentável no Castelo de Bode, feito com as populações e para as populações.

Neste momento refere, que está preocupada com a ausência de informação e auscultação dos empresários que aqui atuam, sobre a instalação dos Painéis Fotovoltaicos, e sobre o nível anormalmente baixo da cota de água, e ainda sobre o silêncio sobre a revisão do Plano de Ordenamento. Esta última de grande importância para toda a região. 

Órgãos Sociais da AETCB  para o mandado 2021/2025

Direção

Presidente: Templar Rotas e Destinos Turísticos Lda;

Vice: Francisco Rodrigues ENI;

Tesoureiro: Alma do Zêzere

Vogal: Segredos de Aldeia

Vogal: Asterisco Sonhador 

Mesa da Assembleia Geral:

Presidente: Loja do Ribatejo Norte

Secretario: Intrépidos aventureiros

Vogal: Paraíso Azul

 Conselho Fiscal:

Presidente: Abreu Rodrigues, Empreendimentos turísticos, Lda.

Vogal: Pinhal Natural

Vogal: Barcaça 

“Na continuidade do trabalho anterior, esta direção está empenhada em promover o Castelo de Bode como um destino turístico sustentável, nas suas diversas vertentes: ambiental, económico e social. Representando mais de trinta empresas que direta ou indiretamente operam neste território e que querem valorizar este recurso em benefício das populações e da economia local, a direção e restantes associados querem contribuir proativamente para estes fins, disponibilizando para ser interlocutor nos assuntos que em cada momento sejam prementes. De momento vemos com alguma preocupação a falta de articulação com as empresas locais sobre os temas que podem afetar a desejada operação turística, nomeadamente:

·    Cota da água, anormalmente baixa para esta época.

·    Informações na imprensa sobre a instalação de painéis fotovoltaicos na superfície da água.

·    Ausência de comunicação/articulação no âmbito da revisão do Plano de Ordenamento.

 

Como acreditamos que o desenvolvimento sustentável se faz com as populações e para as populações, reiteramos a nossa disponibilidade para ser o interlocutor com as entidades que tutelam este espaço”.

 

AETCB

 

 

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.