PJ deteve dois indivíduos que simulavam acidente de viação e imputavam aos condutores a responsabilidade do sinistro

São acusados de burla qualificada.

0 877
Widget dentro do artigo  
 
   
Advertisements
Advertisements

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, no seguimento de uma queixa recebida em setembro passado e da investigação, entretanto desenvolvida, cumpriu mandados de detenção emitidos pelo MP-DIAP de Tomar, detendo dois homens, fortemente indiciados pela prática do crime de burla qualificada.

Os arguidos provocavam pequenos danos em veículos, simulando acidente de viação e depois abordavam esses condutores a quem imputavam a responsabilidade do sinistro.

Em todos os casos, o público alvo eram pessoas especialmente vulneráveis, em virtude da idade avançada, a quem exigiam de forma persuasiva, insistente e impetuosa o pagamento imediato de quantias monetárias, supostamente para fazer face a possível reparação.

Se as vítimas não tivessem na sua posse as quantias exigidas, os arguidos sugeriam e acompanhavam-nas ao multibanco mais próximo para efetuarem levantamentos em numerário.

Além da denúncia inicial, a investigação apurou a existência de outra vitima, não olvidando a possibilidade da existência de mais vitimas.

Um dos arguidos possui antecedentes criminais, tendo já cumprido pena de prisão.

Os detidos, de 46 e 30 anos, serão presentes às competentes Autoridades Judiciárias para primeiro interrogatório judicial e aplicação das adequadas medidas de coação.

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.