Mulher detida por burla de mais de 33 mil euros em Ferreira do Zêzere

0 760
Widget dentro do artigo  
 
   
Advertisements
Advertisements

O Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Tomar deteve, no dia 5 de abril, uma mulher com 63 anos pelo crime de burla qualificada, no concelho de Ferreira do Zêzere.

A detenção ocorreu no decurso de uma investigação por burla que decorria há dois meses, em que os militares da Guarda apuraram que a suspeita se dedicava à prática continuada de burlas, aproveitando-se de vítimas especialmente vulneráveis. No decorrer da investigação, foi possível apurar que a suspeita terá subtraído a duas vítimas, duas mulheres de 46 e 83 anos, mais de 33 mil euros.

Segundo a GNR, “a suspeita ganhava a confiança das vítimas e obtinha acesso às contas bancárias e cartões bancários, subtraindo elevadas quantias de dinheiro, efetuando compras de ouro e procurando celebrar escrituras de terrenos e casas em nome das vítimas”.

No decorrer das diligências, os militares da Guarda deram cumprimento a três mandados de busca, uma busca domiciliária e duas buscas em veículo que culminaram na apreensão de 7 645 euros em numerário, dois fios de ouro dois anéis de ouro, duas pulseiras de ouro, dois cartões bancários, um telemóvel, uma caçadeira, uma pistola de calibre 6.35 mm, 24 munições de diversos calibres e diversos documentos.

Medidas de coação com Termo de Identidade e Residência

A detida tem antecedentes criminais por crime de burla qualificada e falsificação de documentos e foi presente a Tribunal Judicial de Tomar, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de Termo de Identidade e Residência, proibição de contactos e afastamento das vítimas.

Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.