Câmara de Tomar abre concurso para recrutar 5 técnicos superiores para a área social

0 1.080
Widget dentro do artigo  
 
   
Advertisements
Advertisements
A Câmara de Tomar abriu concurso para recrutar 5 técnicos superiores para a área social. O prazo para concorrer é apenas de 10 dez dias a contar do dia 17 de julho.
Código da Oferta: OE202307/0477
Tipo Oferta: Procedimento Concursal Comum
Estado: Ativa estado
Nível Orgânico: Câmaras Municipais
Órgão/Serviço: Câmara Municipal de Tomar
Vínculo: CTFP por tempo indeterminado
Regime: Carreiras Gerais
Carreira: Técnico Superior
Categoria: Técnico Superior
Grau de Complexidade:3
Remuneração: 1.333,35 €
Caracterização especifica dos postos de trabalho:
Assegurar o Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social, desempenhando funções de atendimento e de orientação às pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade e exclusão social, bem como, de emergência social; instruir e organizar processos individuais; elaborar informações sociais, relatórios de diagnóstico social e de acompanhamento e emitir o respetivo parecer técnico; elaborar acordos de intervenção social e propostas de atribuição de apoios pecuniários de caracter eventual, em situação de emergência social com comprovada carência económica e de risco social; diagnosticar a situação familiar, com realização de entrevistas e visitas domiciliárias; elaborar e acompanhar os Contratos de Inserção em colaboração com o Núcleo Local de Inserção; planear e acompanhar o Programa de Inserção – definição, acompanhamento e avaliação; participar nas reuniões do Núcleo Local de Inserção (NLI) – reuniões, parceria, articulação de procedimentos; cooperar e articular com outras entidades e serviços da comunidade, designadamente nas áreas da educação, da saúde, da justiça, da segurança social e do emprego e formação profissional que se revelem estratégicos para a prossecução dos objetivos de inserção; efetuar o encaminhamento das pessoas e famílias para outra entidade ou serviço, sempre que resultar da avaliação e do diagnóstico social a necessidade de uma intervenção especifica em outra área de atuação; comunicar, às entidades parceiras envolvidas no processo de intervenção social, as alterações que se verifiquem durante o processo de acompanhamento social; identificar estratégias e metodologias de trabalho inovadoras; assegurar a interlocução e promoção das relações interinstitucionais, com responsabilidades sociais no território; efetuar a avaliação contínua do SAAS, possibilitando adaptações e modificações necessárias a uma intervenção eficaz.
361621771 572384151775943 4809009069183618728 n
Todas as quintas-feiras, receba uma seleção das nossas notícias no seu e-mail. Inscreva-se na nossa newsletter, é gratuita!
Pode cancelar a sua subscrição a qualquer momento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.